Sobre mim

CONSULTORA CRIMINALISTA E PROFESSORA UNIVERSITÁRIA
Doutoranda em Criminologia. Mestre em Direito. Especialista em Direito Processual. Especialista em Ciências Penais. Especialista em Direito Tributário. Professora universitária e particular on-line ou presencial. Consultora criminalista. Advogada.

Verificações

CONSULTORIA JURÍDICA, Advogado
CONSULTORIA JURÍDICA
OAB 123.645/MG VERIFICADO
O Jusbrasil confirmou que esta OAB é autêntica
PRO
Desde Setembro de 2019

Principais áreas de atuação

Direito Penal, 18%
Direito Ambiental, 11%
Direito Internacional, 11%
Direito Administrativo, 11%
Outras, 49%

Correspondência Jurídica

Serviços prestados
Peças
Exame de processos
Mediação
Análises
Audiências
Conciliação

Primeira Impressão

(17)
(17)

17 avaliações ao primeiro contato

Comentários

(7)
CONSULTORIA JURÍDICA, Advogado
CONSULTORIA JURÍDICA
Comentário · há 6 anos
Valorizando o tema abordado, o direito ao silêncio, mas, ampliando a questão sobre a prisão no Brasil, faço um comentário. Iniciando-se pela Constituição Federal de 1988 e concluindo-se pela Lei n. 12.403 de 2011, a regra no Brasil passou a ser a liberdade e a exceção a prisão, assim, um juiz deve ser criterioso ao fundamentar (e motivar) a decretação de uma prisão. Porém, além destes norteadores e requisitos legais, uma questão deve ser analisada: pelas condições estruturais das delegacias e das penitenciárias brasileiras (salvo, exceções), até que ponto é interessante, para sociedade e para o indivíduo, o cárcere (em seu aspecto geral)? O que ocorre com o indivíduo (e consequentemente com a sociedade) após as experiências carcerárias? Como não é fácil obtermos respostas positivas e esperançosas, podemos chegar a conclusão de que é fundamental um reestudo na atual política criminal brasileira, pois, do jeito que se desenvolve, os resultados não estão sendo positivos, ao contrário, o índice de criminalidade continua a aumentar. Assim, temos a pergunta fatídica (que não é exclusiva de nosso país): O que fazer com os nossos criminosos? Qual a política criminal ideal para nossa sociedade? Mary Mansoldo.
CONSULTORIA JURÍDICA, Advogado
CONSULTORIA JURÍDICA
Comentário · há 6 anos
CPP: "Art. 41. A denúncia ou queixa conterá a exposição do fato criminoso, com todas as suas circunstâncias, a qualificação do acusado ou esclarecimentos pelos quais se possa identificá-lo, a classificação do crime e, quando necessário, o rol das testemunhas". A Lei é clara no que diz respeito aos requisitos de uma denúncia. Seria necessário chegar ao ponto de uma decisão do STF? Importante ressaltar, que o referido Juiz Federal (Júdice Neto - acusado no processo) está afastado desde 2005! Mary Mansoldo.

Perfis que segue

Carregando

Seguidores

(6)
Carregando

Tópicos de interesse

Carregando

Livros Publicados

(2)

Direito e Políticas Públicas

Trata-se de uma coletânea de artigos (vários autores - professores do Curso de Direito da Universidade José do Rosário Vellano/UNIFENAS), que aborda temas voltados para políticas públicas.

Novas Perspectivas para a Educação Jurídica

Trata-se de uma coletânea de artigos (vários autores) que é fruto do projeto de pesquisa desenvolvido pelo Programa de Inovação e Qualidade no Ensino de Graduação da Pró-reitoria de Graduação da UFMG.
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres
Fale agora com CONSULTORIA
(31) 99635-...
Ver telefone

CONSULTORIA JURÍDICA

Entrar em contato